A importância da documentação para o teste efetivo do software

O sucesso de um software está ligado à boa funcionalidade e às facilidades garantidas ao seu usuário. Sistemas complexos, que travam e acabam gerando problemas a um cliente, são rejeitados pelo mercado. Assim, durante o processo para criar um programa, a rotina de documentação para o teste efetivo do software é de grande importância para garantir o sucesso e a qualidade do trabalho.

Durante a criação de um software são executadas as rotinas de testes e caso alguma falha seja detectada o seu registro é obrigatório. Essas informações têm que ser compiladas de maneira a permitir que no futuro os erros possam ser reproduzidos – por meio das evidências e indícios – e solucionados. Esses procedimentos garantem que o produto elaborado tenha a qualidade necessária.

A documentação para o teste efetivo de software, além de prover o entendimento sobre o produto que está sendo criado, é utilizada para alimentar um banco de dados que pode ser acessado por toda a equipe. Assim, a empresa passa a ter uma rede de conhecimento compartilhada em que os seus técnicos tenham não só o acesso, mas possam participar da análise das informações de erro e saibam como lidar com aquela situação e corrigir os problemas.

A importância do planejamento

Em todas as áreas de atuação um planejamento é importante. O desenvolvimento de software é uma atividade que lida constantemente com ambientes de crise: a expectativa por resultados é alta, mas em todo momento há a possibilidade de surgir um ou vários erros, além de outros problemas. Em um local em que se convive com uma rotina de tensão, contar com um bom planejamento é importante para o seu bom funcionamento.

Com isso é possível criar um controle sobre as expectativas sobre o desempenho do software e trabalhar melhor as informações acumuladas durante o processo. O padrão de documentação para o teste efetivo do software reúne um conjunto de métodos voltados para definição, planejamento, execução e análise de resultados. Conduzir essas etapas permite reunir dados importantes para todo o processo.

Comunicação efetiva

A troca de informações durante o desenvolvimento de softwares permite que os profissionais tenham o entendimento necessário sobre o produto e saibam lidar com as falhas que podem vir a apresentar. A padronização da documentação para o teste efetivo do software é essencial nesse processo, uma vez que muitos dados são gerados durante essa etapa e a utilização de um método comum permite a correta interpretação das informações.

Além disso, o padrão de documentação para o teste efetivo de software acaba criando um modelo de referência que passa a ser usado pela empresa. Assim, a companhia passa a ter um processo de comunicação universalizado e os seus trabalhos têm uma metodologia unificada, facilitando o processo e assegurando a qualidade.

E você? Já realiza a documentação para o teste efetivo do software? Qual tem sido a sua experiência? Compartilhe as suas histórias com a gente!

 

About Pedro Costa