Tudo o que você precisa saber sobre plano de teste

Neste post vamos falar sobre os planos de teste, por que são importantes, os benefícios que o testador tem ao se organizar por meio de um, e como se configura o processo de fazer testes baseados nos planos de teste. Você entenderá as principais razões para usar o plano de testes, tais como a garantia de sucesso de todas as partes do software, um fluxo de teste organizado, funcionar como um “backup” em caso de perder alguma informação que já foi testada etc. Acompanhe!

O que é plano de teste?

Um plano de teste, basicamente, é um documento onde são colocadas as abordagens sistemáticas para a realização de testes de um sistema. Nele está detalhado o fluxo de atividades a serem realizadas durante o processo de desenvolvimento da solução.

Entenda a importância de utilizar plano de teste

Planos de teste são uma forma de garantir que todos os aspectos de um software sejam testados durante cada fase do processo de desenvolvimento, e que nada fique de fora no decorrer do projeto. Como o processo está constantemente evoluindo em um ritmo rápido, os desenvolvedores precisam estar cientes do que foi testado em cada compilação e onde os problemas estavam. Cada versão de compilação é identificada no plano de teste, para que os desenvolvedores sejam capazes de identificar rapidamente o problema e qual a versão em que ele está relacionado. Isto assegura que todos os aspectos sejam testados sempre.

A seguir, veja alguns benefícios que um plano de testes oferece:

O plano de teste organiza o fluxo de atividades

Ao fazer vários testes, o testador normalmente relata os bugs que encontra aleatoriamente em um software de gerenciamento de bugs ou usa uma planilha de Excel, por exemplo. Ele passa aos desenvolvedores esta planilha que se vêem diante de uma porção de erros a serem classificados e corrigidos. Isso pode dar muito trabalho e, por vezes, ser confuso.

Com a ajuda de um plano de teste, no entanto, o desenvolvedores serão capazes de obter insights sobre onde os erros estão localizados e quais são as áreas mais problemáticas. O plano de teste dá uma visão geral do produto e da sua evolução ao longo do tempo. É também uma maneira de certificar-se de que o testador está utilizando a aplicação do modo que ele se destina a ser utilizado, e que o fluxo dos usuários a que a solução se destina está sendo respeitado.

O plano de teste funciona como “backup” em caso de perda de alguma informação já testada

Planos de teste agrupam todos os bugs encontrados em cada compilação. Assim, o testador menciona em que seção eles foram encontrados. Isso pode funcionar como um meio de proteção durante desentendimentos entre os desenvolvedores e testadores. Como todos os bugs são referenciados com base na data em que foram eccontrados, é possível determinar exatamente em que ponto do tempo um problema apareceu.

Durante discussões, os testadores podem provar que eles gravaram (ou não) certos erros no passado, enquanto os desenvolvedores podem usar os registros do plano de teste para provar que um erro foi feito ou que o erro foi esquecido durante um teste.

Neste sentido, o plano de teste simplesmente ajuda a identificar onde os problemas ocorreram e, portanto, ajuda a equipe a encontrar soluções para evitar situações semelhantes no futuro.

Você entendeu a importância do plano de teste? Tem mais alguma dúvida? Deixe seu comentário!

About Pedro Costa