O que é integração contínua?

A integração contínua é um recurso extremamente importante para desenvolvedores, principalmente para quem deseja implementar metodologias ágeis em seu trabalho, pois esse costuma ser um dos pilares da agilidade no trabalho de TI no desenvolvimento de aplicativos e softwares. Confira no artigo de hoje um pouco mais sobre esse assunto:

O que é a integração contínua?

Basicamente, na integração contínua, o time de desenvolvedores integra o código alterado ou desenvolvido ao projeto principal, atualizando-o de acordo com as mudanças que cada membro realiza ao longo do trabalho. Cada um dos participantes integra, pelo menos uma vez ao dia, algo novo ao projeto em desenvolvimento: uma correção, um novo código, até mesmo testes de determinadas funcionalidades que já tenham sido concluídas, mesmo que o projeto não esteja completo.

Cada nova atualização é verificada por uma build automatizada que busca por erros, evitando que estes sejam adicionados ao projeto, corrigindo-os no ato de integração. Isso acaba por agilizar o processo de correção de códigos do software, o que pode ocasionar erros de funcionalidade, bugs, travamentos, falhas de segurança, entre outros problemas que podem colocar em xeque a credibilidade do trabalho.

Este tipo de ferramenta também permite uma maior integração do trabalho conjunto, compartilhando dados através da plataforma. Isto facilita para que o time também encontre conflitos na atualização que um parceiro realizou. Corrigindo-a no ato, em vez de esperar a conclusão de sua parcela do desenvolvimento, os erros são refeitos rapidamente, permitindo um trabalho mais ágil.

Qual o objetivo de usar a integração contínua?

Como falamos anteriormente, um dos principais objetivos de se utilizar a integração contínua é a agilidade. Dessa forma, as atualizações e correções são feitas de forma mais rápida, a fim de que o projeto como um todo fique coeso, coerente e sem erros de funcionalidades sem ter que passar por longas revisões posteriores.

É claro que, após essa fase, serão necessárias as revisões de códigos e, principalmente, os testes de software. Porém, a integração contínua faz com que diminua drasticamente as chances de encontrar grandes erros a serem consertados nessa etapa. Utilizar essas duas ferramentas em conjunto, além de assegurar o desenvolvimento de um software sem maiores necessidades de revisão, faz com que você possa entregar seu produto final para o cliente mais rapidamente, aumentando a credibilidade da sua empresa.

Quais ferramentas podem ser usadas para isso?

A seguir vamos listar algumas das melhores ferramentas que podem ser utilizadas para implementar a integração contínua em seu negócio:

  • Apache Maven: automatiza processos de build de aplicações Java.
  • Hudson: ferramenta Open Source para integração contínua de software.
  • Apache Archiva: gerenciador de repositório.
  • Sonar: plataforma Open Source para gerenciar a qualidade do código.
  • Automated Build Studio: ferramenta para automação do processo de build.

A Integração Contínua é uma importante ferramenta que, em conjunto com testes de software, potencializa o trabalho final de desenvolvimento do seu aplicativo ou programa, a fim de entregar o melhor resultado para o cliente final. Se você se interessa por este tema, veja como seu teste de software pode ser otimizado através do Crowdtesting.

Ficou alguma dúvida sobre o tema? Deixe aqui seu comentário!

About Pedro Costa