O que mudou na experiência do usuário

As relações entre marca e consumidor estão em constante aperfeiçoamento e isso faz com que pontos como a experiência do usuário se tornem peças-chave para o bom andamento do negócio. Basicamente a produção está sendo focada no modo como os consumidores utilizam os sistemas e como tornar essa abordagem positiva para todos os envolvidos.

Dar ênfase a UX – Experiência do Usuário -, quer dizer se apoiar em testes de desempenho para verificar e determinar os caminhos mais adequados para o funcionamento de um sistema ou aplicativo, bem como o aproveitamento das informações a respeito do comportamento do público no meio digital. Saiba mais sobre esse conceito e sugestões de como colocá-lo em prática.

Experiência do usuário em aplicativos

Em relação aos sites navegados em computador, os aplicativos estreitam sua relação com o usuário. Muitas vezes, os smartphones são indispensáveis no cotidiano das pessoas. Os apps assumem o papel de fontes de pesquisa, ferramentas destinadas ao entretenimento e novas formas de se conectar as pessoas.

Trata-se de um ambiente com alto grau de complexidade, que exige da equipe de desenvolvimento desenvoltura para arquitetar a interação do usuário, criar conteúdos, novas experiência de uso, definir quais serão os fluxos de informação, além da parte visual do projeto cuja função é interligar todos esses pontos por meio da programação.

Nesse contexto, é necessário levar em consideração vários pontos, além das questões culturais que envolvem o público que vai utilizar aquele aplicativo. Até mesmo as plataformas são importantes, uma vez que a forma com a qual o usuário navega é diferente se ele usa um sistema operacional em relação a outro. São dados relevantes que irão garantir que a experiência do usuário seja positiva e que o conteúdo seja facilmente compreendido.

Veja alguns pontos que devem ser levados em conta:

Seja mais rápido

Vivemos em uma época em que as coisas ocorrem de maneira rápida, de imediato. Essa é a lógica que deve ser enfatizada na criação de um bom aplicativo. Por exemplo, diminuir o número de cliques é determinante para aumentar a velocidade do consumo, pois garante que o usuário não desista do app por conta de falta de paciência ou tempo.

Cuidado com o conteúdo

Outro ponto a ser levado em conta diz respeito ao conteúdo, que deve ser adequado ao público. É interessante evitar conteúdos grandes e criar conteúdos completos e de qualidade, mesmo em quantidade menor.

Tenha um mecanismo de buscas

As buscas são indispensáveis para que o usuário encontre o que procura, mesmo que esteja com pressa. Se possível, ofereça campos de pesquisa no app. O ideal é que eles sejam visíveis, funcionem bem, apresente filtros e tenha resultados relevantes.

Crie formulários eficientes

Os formulários melhoram suas chances de conversão, ajuda a entender o que o cliente precisa, reduzindo assim a fricção, frustração e redundância. Pense da seguinte forma: quanto mais facilitar, melhor, seja pré-definindo campos, evitando repetições e pedindo o mínimo de informações necessárias.

Facilite a conversão entre os devices

Inclui o envio de informações para outros canais como e-maill, compartilhamento de ações nas redes sociais, carrinho de compras com salvamento, e facilidade em encontrar outros usuários com o mesmo app, se for interessante.

Teste a aplicação

Parece algo óbvio, mas muitas empresas não fazem testes de desempenho de aplicação. O seu aplicativo precisa funcionar em todos os dispositivos e navegadores possíveis, levando em conta que os dispositivos apresentam configurações de telas em tamanhos diferentes. Por essa razão a etapa de testes é tão importante.

Lembre-se que os testes precisam ser feitos em períodos pré-estabelecidos. Dessa forma é possível prever futuros desdobramentos do projeto, melhorar o aplicativo e proporcionar mais qualidade, o que é o mais importante na experiência do usuário.

Gostou do artigo e quer saber mais sobre esses e outros assuntos interessantes? Não deixe de acompanhar a página e comente o que achou desse post.

About Contentools