Checklist completa de testes ágeis de software

O uso de checklist em um processo de testes de software sempre foi uma prática bem comum e muito bem recomendada. Este recurso nos motiva a trabalhar de forma organizada e estabelece prioridades em nossas atividades. 

Muito utilizado nos ciclos de desenvolvimento em cascata, o checklist precisou ser adaptado a partir do momento em que os projetos passaram a adotar as metodologias ágeis. Vejamos o que deve fazer parte do novo checklist.

Adaptações ao Agile testing

A metodologia ágil fez com que o ciclo de desenvolvimento de software fosse adaptado a uma grande transformação, e com o processo de testes não foi diferente. As equipes se tornaram mais reduzidas, o perfil dos testadores ficou bem próximo do desenvolvedor e eles passaram a trabalhar de forma bem mais próxima, isso apenas para citar algumas das mudanças que ocorreram.

Outra particularidade atribuída à metodologia ágil foi o tempo destinado ao desenvolvimento e testes de um produto. No método ágil passamos a trabalhar com iterações de até 4 semanas; a abordagem passou a ser orientada por entrega.

E por conta de tantas mudanças a estratégia de testes passou a ser elaborada e implementada de forma diferente para atender a essa nova demanda de trabalho. Basicamente o ciclo de vida dos testes ágeis abrange quatro estágios, também conhecidos como quadrante dos testes ágeis:

Iteração 0

Marcado como fase inicial do projeto, a equipe de testes tem como objetivos realizar a configuração inicial do ambiente de testes, definir a equipe, ferramentas e laboratório de testes. Nesta fase o time de qualidade passa a ter contato com o escopo, requisitos e casos de uso (user stories), arquitetura e riscos do projeto.

Fase de construção

Nesta segunda etapa entramos no desenvolvimento do software e temos a maioria dos testes sendo realizados durante esse período. Para essa fase, os testes são focados nos requisitos, com base nos fluxos de trabalho do sistema e experiência do usuário. Os testes unitários e de cobertura também são executados nesta fase do projeto.

Entrega de release

Nesse período temos a entrega do produto ao cliente antes de chegar à produção, nesta fase basicamente temos a realização de testes de usabilidade, exploratórios e aceitação.

Produção

Temos nesta etapa a entrega do produto para ser liberado em produção. Para isso o foco principal serão os testes não funcionais como stress, desempenho escalabilidade, segurança, etc.

tumblr_nvt413Z0Lv1simicqo1_1280

Desenvolvimento do checklist para testes ágeis

Após passar pela adaptação do processo de testes de software, vamos utilizar desse embasamento para escrever o checklist. Vale destacar que esse documento não será escrito em pedra e deve passar por revisões constantemente, principalmente antes de iniciar cada iteração.

  1. Definir/revisar a equipe de testes.

  2. Determinar a infraestrutura necessária para os  testes, como servidores, licenças de software, massa de dados e outros recursos.

  3. Elaborar o escopo de testes funcionais com base na arquitetura, user stories (requisitos) e riscos.

  4. Estabelecer o processo para testes unitários e componentes.

  5. Desenvolver os testes de usabilidade, exploratórios e aceitação.

  6. Produzir testes não funcionais (desempenho, stress, segurança, escalabilidade, carga, etc).

  7. Implementar relatórios de desempenho e resultados.

Perceba que na elaboração deste checklist não fizemos referência aos testes automáticos, muito comuns para a abordagem do desenvolvimento ágil. Porém a implementação desse tipo de teste vai depender diretamente do nível de maturidade da empresa e principalmente da equipe de testes. O ideal é utilizar a automação para obter melhores resultados durante o processo de validação.

Outro ponto importante é que para cada item descrito no checklist serão desenvolvidas diversas atividades relacionadas que dependem diretamente do contexto de cada projeto, e por isso elas não foram apresentadas com maiores detalhes. O projeto servirá de base para a definição das tarefas de cada etapa do projeto relacionada aos testes de software.

O que achou do checklist? Tem alguma dica ou experiência para compartilhar conosco? Aproveite os comentários abaixo. E não deixe de nos acompanhar aqui em nosso blog e nas redes sociais.

About Contentools