Quais são os critérios de qualidade para aceitação de um aplicativo?

Critério de aceitação é um importante recurso usado para definir o sucesso ou falha de um projeto de software. Infelizmente muitas empresas se esquecem de adotar este instrumento como determinante para realizar a entrega de um produto e garantir a satisfação de um cliente.

Os critérios de aceitação são as condições que um produto deve satisfazer para ser aprovado por um usuário ou cliente ou ainda ser considerado apto para uso ou consumo. Fazem parte dos parâmetros para aprovação de um produto uma lista de características determinadas no início do projeto que definem a aprovação ou reprovação de um software.

1-Qualidade

Tipos de critérios de aceitação

A definição de qualidade de um produto de software é feita utilizando uma linguagem simples, de forma que o cliente possa entendê-la facilmente, sem ambiguidades e que possam ser testáveis. Além de servirem como parâmetro para um produto entrar no mercado, os critérios de aceitação determinam o padrão de qualidade do software e de quem o produz.  

Na definição do padrão de qualidade deve-se incluir:

  • Critérios Funcionais: tarefas ou funções que fazem parte do negócio do cliente e que devem fazer parte do produto. Isto inclui, além de atender os requisitos, as características como facilidade e entendimento do produto.

  • Critérios não funcionais: identificar condições não funcionais específicas que o software deve atender, características relacionadas ao design, disponibilidade, segurança, compatibilidade, etc.

  • Critérios de Desempenho: apesar de fazer parte dos requisitos não funcionais,  o desempenho do software pode ser crítico para as operações do cliente e por isso critérios relacionados a performance, tempo de resposta, número de transações por segundo e usuários podem ser determinantes para aceitação do produto ou na definição de qualidade.

Vale destacar que os padrões definidos para aceitação ou qualidade não pressupõem apenas atestar que o aplicativo faz o que deveria fazer, mas como ele deve atender aos requisitos e com que nível de aceitação e entendimento o cliente consegue utilizar o produto em suas condições normais.

A responsabilidade da equipe de testes de software

O grande responsável em validar os critérios de aceitação é o time de testes de software. Será através de um processo de testes bem elaborado, com cenários e casos de testes bem desenvolvidos, com um olhar crítico refletindo a visão do cliente, que será possível chegar a um produto considerado apto a atender as expectativas dos clientes.

Essa responsabilidade do time de testes de software não quer dizer um número infinito de testes ou a ideia de buscar a perfeição; pensar desta forma nos impediria de termos qualquer tipo de produto no mercado. Para isso são determinados os critérios de aceitação que foram descritos anteriormente.

Dentro do processo de testes os critérios de aceitação são conhecidos como parâmetros de entrada e servem para a definição do ambiente, plano e casos de testes, e outros recursos necessários para validar esses critérios.

Já os parâmetros de saída, ou seja, o que vai determinar o fim do ciclo de testes de software, são um conjunto de condições que vai indicar que a tarefa foi concluída. Alguns exemplos de critérios de saída são:

  1. Requisitos que devem ser completamente cobertos.

  2. As documentações que devem ser feitas para o aplicativo.

  3. Prazos atendidos (prazos de entrega, prazos de teste, etc).

  4. Cobertura de código aceitável.

  5. Defeitos corrigidos ou fechados.

  6. Casos de testes executados e aprovados.

  7. O risco do projeto dentro de um limite aceitável.

A decisão de entrega ou liberação de um produto será baseada nos critérios atendidos, os que não foram atendidos e os quase atendidos. Essa aceitação, além de possuir um nível satisfatório, deve ser negociada com o cliente.

Em determinadas situações é preciso considerar o risco em não atender todos os critérios de aceitação para não se perder o chamado “time to market”, ou seja, buscar uma perfeição tão grande ao ponto de perder oportunidades de mercado porque o produto não foi lançado no tempo certo. Tudo isso deve ser avaliado.

Vamos buscar juntos os critérios de qualidade de seu software? Aproveite os comentários e compartilhe com a Base2 sua opinião. Continue nos seguindo nas redes sociais e aqui em nosso blog.

About Contentools